Psicóloga ajuda mulheres a não surtar no isolamento. No mundo inteiro vários especialistas na área de saúde mental estão passando informações e estratégias para as pessoas não enlouquecerem nessa época de Pandemia. 

Aqui no Brasil , Cris Linnares,https://www.youtube.com/channel/UC9IJSR9Ml36B9b5B8KggHuw psicóloga especialista em mulheres ha 20 anos, está propondo o contrário : 
“Abraçar os nossos medos e loucuras eh o melhor caminho para nos libertarmos dessa ansiedade e pânico.” 

Em seu novo livro “Doidas no Diva”, Cris Linnares compartilha os estudos e pesquisa que fez nos últimos nove anos sobre os fatores pessoais, sociais e biológicos que podem aumentam a ansiedade e estresse entre as mulheres que são 2X mais afetadas do que os homens. 

Ela explica em seu livro que depois de sofrer com depressão pós parto, ansiedade crônica e síndrome do pânico por mais de 10 anos, para se libertar, ela teve que confrontar conceitos da sua área psicologia que estavam errôneos, e que em vez de melhorar, nos faz ficar ainda mais ansiosos! – como por exemplo : “pensar positivo” e “nos empoderar”. 

“Empoderamento pessoal eh uma ilusão, e nos pressionar para “pensar positivo” em momentos de crise e estresse como esse, eh uma perca de tempo e pode te deixar mais estressada! Temos que compreender e respeitar o funcionamento do nosso cérebro principalmente nesta fase de crise e incertezas.” http://www.tudodoms.com.br/

Ela é psicóloga especializada em mulheres há mais de 20 anos. Palestrante 
internacional, mãe doida de cinco e autora da aclamada comédia e best-seller “Divas no 
Divã”. Com apenas 23 anos, ela escreveu, produziu e atuou numa comédia voltada ao 
universo feminino divas no divã que começou num teatro pequeno no interior de Mogi 
das Cruzes e acabou ficando em cartaz no TBC, Ruth Escobar e outros teatros por 15 
anos, e se tornou a comédia feminina, livro best-seller e DVD de teatro mais vendido 
no Brasil. 

Uma noite, sonhou que um homem dizia para encontrá-lo em Los Angeles. Semanas 
depois, ela mudou de país em busca do grande amor. Ela o encontrou, se apaixonou, 
casou, engravidou e foi morar em uma cidade, com temperaturas bem frias, que chegam 
a menos 40 graus. Sua dificuldade de falar fluentemente o inglês, de se adaptar a 
temperaturas muito baixas da região e o nascimento de sua filha fizeram com que Cris 
enfrentasse sérios problemas de depressão. 

Não foi fácil, mas Cris deu a volta por cima, decidiu compartilhar sua experiência e 
ajudar outras mulheres a superar suas dificuldades e seguir em busca dos seus sonhos. 
Época em que fundou a ONG “Women´s Impact” e o projeto “Beautiful Women of 
North Dakota”. 

Cris é a única brasileira nomeada pela revista Glamour americana como uma das 50 
heroínas dos Estados Unidos pelo seu trabalho com saúde mental e empoderamento 
feminino.

Com cursos de aprofundamento em Terapia Cognitiva pela Universidade de Harvard, e 
Estudo da Mulher pela Universidade da Califórnia, atualmente, Cris ministra suas 
palestras e treinamentos divertidos
 
 
 
 
 
 
 
 
 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here